O veneno de abelhas (Apitoxina)

Desde a antiguidade, o veneno de abelhas (Apitoxina) vem sendo usado para a medicina. O veneno de abelhas contém muitas propriedades poderosas e componentes farmacológicos únicos. Isso inclui 11 peptídeos, 5 enzimas, 3 aminas fisiologicamente ativas, carboidratos, lipídios e aminoácidos.

Como age o veneno de abelhas?

Apitoxina Alergen

Os peptídeos do Veneno de Abelhas tem efeitos anti-inflamatório, antibacteriana e antipirético sobre o corpo. Foi comprovado que, em doses terapêuticas, o Veneno de Abelhas é extremamente útil como um remédio para alívio da dor das pessoas que sofrem de doenças reumáticas e artríticas. Além disso, o veneno de abelhas também acelera a diminuição do teor de colesterol no sangue, proporciona um efeito tônico para o músculo do coração, e diminui a pressão arterial. É bom tanto para o fortalecimento do corpo, como para o alívio da dor.

Principais componentes do Veneno de Abelhas (apitoxina) e sua ação medicinal

  • Melitina
  • Apamina
  • MCD-Peptideo 401
  • Adolapina
  • Inibidor da protease
  • Secarpin
  • Procamine A, B
  • Hialuronidase
  • Fosfolipase A2
  • Lisofosfolipase
  • Histamina
  • Dopamina
  • Cardiopep
  • Elevada ação anti-inflamatória, principal agente da apitoxina
  • Anti-inflamatório, aumenta o nível de cortisol no sangue
  • Ação anti-inflamatória
  • Anti-inflamatório, alívio das dores, efeito aliviador em febres
  • Inibe a dissolução de proteínas do éster e ação antiinflamatória
  • Sedação da hipotermia
  • Radioprotetor
  • Atua sobre o ácido hialurônico do tecido conjuntivo
  • Aumenta os mecanismos de defesa imunológico
  • Aumento da resposta plasmocitária
  • Potente vasodilatador, estimulante da secreção gástrica
  • Neurotransmissor
  • Estimula as glândulas adrenais, anti-arrítmica

Mecanismo de ação do Veneno de Abelhas

A terapia com veneno de abelhas, pode ser aplicada por via sublingual. De acordo com o gráfico a apitoxina é absorvida nos grandes vasos embaixo da língua, e estimula a seguir a glândula pituitária e glândula pineal, a produzir cortisol interno, 100 vezes mais potente que a hidrocortisona.

O veneno de abelhas é um multi-componente único e complexo, que contém mais de 30 compostos biologicamente ativos, alguns destes sendo praticamente impossíveis de serem sintetizados por métodos químicos. O principal componente farmacológico anti-inflamatório são os peptídeos: Melitina, Apamina, Peptideo 401, Adolapina, e Inibidores da Protease.

O Veneno de Abelhas melhora e estabiliza a pressão sangüinea, aumenta a força física e o bem-estar, reduz a dor e a inflamação, tem efeito antioxidante, reativa o sistema imunológico, e ainda ajuda a transformar as condições crônicas agudas, facilitando a cura de condições inflamatórias crônicas.

Mecanism de ação do veneno de abelhas

Lista de propriedades do veneno de abelhas

  • Afeta as funções de âmbos os linfócitos T e B
  • Hyre e Smith, 1986
  • Analgésico (Adolapina)
  • Shkenderov, 1982
  • Anti-arritmíco (Cardiopep)
  • Vick Et. Al., 1974
  • Anti-inflamatório
  • Shkenderov, 1982
  • Antioxidante
  • Paulino, 2002
  • Beta-adrenérgico
  • Vick et al., 1974
  • Cardioprotetor
  • Mastil degranulador celular
  • Fredholm, 1966
  • Inibidor proteíco
  • Shkenderov, 1973
  • Analgésico
  • Fredholm, 1966
  • Radioprotetor
  • Shipman Ycole, 1967